Santiago (Chile): Passeios na Cidade

Nesse tópico, vamos focar em atividades dentro da área urbana de Santiago, sem precisar ir muito longe. Nosso principal ponto de referência será a Plaza de Armas, área central da cidade. Essa praça, de fundamental importância histórica, fica próxima dos principais pontos turísticos urbanos e dos bairros mais badalados. A partir daí, é possível traçar roteiros a pé, sem falar que a região também é bem servida com metrô, ônibus e táxi.

Antes de indicar os passeios que podem ser feitos por conta própria, gostaríamos de indicar o Free Tour como passeio guiado:

City tour

Agência: Free Tour Santiago – freetoursantiago.cl/portada.html

Horário: diariamente, às 10h e às 15h. (verifique alterações no site). Os passeios são em inglês ou espanhol. Não é preciso reservar.

Local: Plaza de Armas. Os guias vestem camisetas e bonés vermelhos com o logo Free Tour. Encontramos eles em frente a Catedral Metropolitana.

Preço: grátis ou doação do turista.

No começo os guias avisam que o passeio é grátis e que no final, quem quiser, pode oferecer colaboração. Fornecem como referência os valores de USD 5 ou CLP 10.000. No final, os gruis lembram da colaboração, sem constranger as pessoas.

Percurso: São quatro horas de caminhada pelas principais vias do centro da cidade, com paradas em frente a monumentos históricos, para explicações descontraídas sobre a história da cidade, daquele monumento e do País. Apesar de longo, o trajeto não é cansativo e é feito com calma e pausas. Porém, cuidado para não se distrair e se perder do grupo. Não entram em nenhuma atração.

Trajeto: Plaza de Armas, Catedral, Municipalidad, Correos, Museo de Arte Pre-Colombino, Antiguo Congreso, Corte Suprema, Palacio La Moneda, Bolsa de Comercio, Teatro Municipal, Cerro Santa Lucía, Barrio Lastarria, Museo de Bellas Artes, Parque Forestal, Plaza Italia, Barrio Bellavista, Casa de Pablo Neruda e Cerro San Cristóbal.

20160926_103721

Qualidade: A qualidade e disposição do guia foram muito boas e profissionais. Fazem com que o passeio não fique maçante.

20160926_103131

O city tour termina ao lado da Casa do escritor Pablo Neruda e perto do Funicular.

Agora sim, passeios por conta própria:

REFERÊNCIA : PLAZA DE ARMAS – PASSEIOS:

  • Basílica e Museu de la Merced
  • Biblioteca Nacional
  • Casa Colorada
  • Catedral Metropolitana
  • Cerro Santa Lúcia
  • Mercado Central
  • Museu de Arte Contemporanea
  • Museu de Arte Precolombino
  • Museu de Artes Visuais:
  • Museu Arqueológico de Santiago
  • Museu de Belas Artes
  • Palácio de La Moneda
  • Plaza de Armas
  • Teatro Municipal

Dica: se você está com pouco tempo, eins os passeios que achamos imperdíveis: Catedral Metropolitana, Cerro Santa Lúcia, Museu de Arte Precolombiano, Museu Nacional de Belas Artes

Obs: Museu Nacional de Belas Artes e Museu de Arte Contemporânea ocupam o mesmo prédio  – Palácio de Belas Artes.

Basílica e Museu de la Merced: o interior da igreja impressiona pelas dimensões, arte e arquitetura presente. Há um museu anexo com muitas pinturas e esculturas sacras, predomínio do estilo barroco. É um lugar pequeno, o passeio é rápido, porém interessante. A entrada custa mil ou 2 mil pesos.

Expediente: 10-18h ter a sáb. No domingo vai até 14h e entrada grátis.

20160930_150758

Biblioteca Nacional: o motivo principal da visita foi conhecer a arquitetura e ambiente interno daquele bonito edifício, que ocupa um quarteirão inteiro. Na área interna há escadarias de mármore, balaustres de bronze, murais e quadros. No segundo andar está a Biblioteca Medina, com decoração muito bonita, porém estava fechada.

Por ocasião da nossa visita, havia uma exposição pequena, em um corredor,  sobre estilos das fontes (arial, garamong, times new roman, etc) e as aplicações indicadas.

Expediente: dez-mar 9h – 17h45 diariamente / abr-nov 9h-19h seg-sex e 10h-14h sáb,

www.bibliotecanacional.cl

Casa Colorada: Uma das poucas estruturas coloniais que resistem na capital chilena, a Casa Colorada é considerada um exemplo da arquitetura colonial (Folha). No local funciona o Museo de Santiago, que retrata a história da cidade desde a colônia até a independência. Abriga área para exposições.

Fomos no local para ver uma exposição de bonecos de cera, porém, infelizmente a Casa Colorada está fechada para restauração, devido aos danos causados por terremoto. Não havia previsão de reabrir ao público.

Catedral Metropolitana: bela arquitetura e decoração. O interior, de estilo barroco, possui 90 m de extensão e é dividido em três naves.

Expediente: Plaza de Armas – 9h-19h seg-sáb e 9h-12 dom.

Cerro Santa Lúcia: parque muito arborizado situado em uma colina em plena Santiago. Exige esforço físico. Possui mirantes com vista bonita para diferentes pontos da cidade, o mais alto localiza-se no cume do cerro. No passado funcionou como ponto de defesa para o conquistador Pedro de Valdívia, em 1541.

20160928_164147

O acesso até as plataformas intermediárias se da por ruas e caminhos pavimentados. Para chegar ao cume e ao mirante mais alto, há uma subida ingreme, com degraus de pedra irregulares e nada amigáveis.

No parque está também o Castillo Hidalgo, porém estava fechado.

Expediente: 9h-19 diariamente;

Mercado Central – Construído em 1872, é considerada umas das construções mais bonitas de sua época (Folha). O mercado é sustentado por uma estrutura de metal e vazado para permitir a entrada de ar. Ainda é um importante sentro de compras (Folha) e possui opções de restaurantes e compras de diversos tipos de peixes e moluscos.

20160928_152423

Almoçamos no local. O passeio é interessante pela arquitetura e atmosfera do lugar.

Expediente: www.mercadocentral.cl

Seg-qui – 6h30-16h/Sex-sáb – 6h30-20h/Dom – 6h30-15h

Museu de Arte Contemporanea: Instalado em frente ao Parque Florestal, o MAC ocupa o Palácio de Bellas Artes, ao lado do Museu Nacional de Bellas Artes. O Mac possui acervo permanente com mais de 2 mil peças, sendo 600 quadros, 80 esculturas e 250 fotografias que datam do final do sécula XIX aos dias atuais(Folha).

Localização: Palácio de Bellas Artes – Parque Florestal

Horário: ter-sab – 11h-19h e dom 11h-18h

Site: http://www.mac.uchile.cl

Museu de Arte Precolombino: dedica-se exclusivamente ao estudo dos aspcetos culturais e artísticos dos povos latino-americanos pré colonização (folha). Seu prédio possui estilo neoclássico (folha) e as mostras permanetes estão divididas de acordo com seus regiões culturais.

O acervo é constituído basicamente de objetos de cerâmica, esculturas, máscaras, peças de metal fragmentos de armas,  utensílios e tecidos pertencentes aos povos pré incas e pré colombianos. A parte do subsolo é mais impressionante, com vestimentas, grandes esculturas, múmias e objetos que remetem a cultura e misticismo dos povos antigos.

Localização: próximo a estação Praça de Armas do Metrô.

Funcionamento: ter-dom 10-18h – segunda fechado

Preço: CLP 4500, estudante com carteirinha CLP 2000 e até 10 anos grátis

Site: www.museoprecolombino.cl  – carteira internacional de estudante paga meia entrada.

Museu de Artes Visuais: focado na pintura escultura e fotografia chilenas da atualidade, possui acervo de 1500 obras. No mesmo edificio funciona o Museu Arqueológico de Santiago, com cerca de 3.300 artefatos da era pré-colombiana, entre eles uma múmia dos chinchorros.

Esse foi o museu que menos gostamos. Havia muitas salas vazias e obras sem impacto para visitantes leigos. Entre elas estava uma projeção de fenômenos climáticos, em tempo real, em uma montanha. Além disso, a exposição do Museu Pré-Colombino  é mais interessante do que a do Museu Arqueológico. Suponho que deve ser melhor quando recebe exposições interessantes.

Localização: José Victorino Lastarría 307

Funcionamento:10h30 – 18h30 – ter-dom, dom grátis

Site: http://www.mavi.cl

Museu de Belas Artes

O Museo Nacional de Bellas Artes tem como missão contribuir para o conhecimento ea difusão das práticas artísticas contidas nas artes visuais de acordo com os códigos, o tempo e os contextos em que se desenvolvem.

Infelizmente estava em reforma e as esculturas estavam cobertas. Mesmo assim as dimensões e arquitetura interna (e externa) impressionaram.

Localização: Palácio de Belas Artes, Parque Florestal

Funcionamento: 10h – 18h50, ter-dom, dom grátis.

Site: http://www.mnba.cl

Palácio La Moneda: Sede da Presidência do Chile. Construído pelos espanhóis entre 1784 e 1799. Inaugurado em 1805, até hoje é considerado um dos maiores exemplos da arquitetura neoclassiva chilena. Na parte nordeste do Palácio, fica a Plaza de la Constitución, ampla área gramada. Ao sul da praça destaca-se estátua em homenagem ao presidente deposto Salvador Allende.

Os visitante podem ver a cerimônia da troca de guardas, diariamente às 10h. Também é possível entrar nos pátios internos do Palácio.

20160926_110750

Plaza de Armas: Centro Histórico de Santiago, a Plaza de Armas foi projetada como espaço para desfiles, de acordo com a tradição espanhola.  Hoje é um centro social vibrante, cercado por prédios históricos conservados.

Teatro Municipal: assistimos um balé (aceitaram carteira internacional de estudante). Bela arquitetura e decoração. Ficava atrás do nosso apartamento. Boa climatização, cadeiras antigas.

No mapa de assentos a sala parece gigantesta, mas é pequena, procure escolher locais onde você fica de frente ao palco, ainda que no fundo. Nos pegamos a bancada do primeiro andar, fileira de trás e tivemos sério problema de perda de visão parcial do palco e com cabeças na nossa frente. Se for ficar nas bancadas pegue perto do parapeito, de modo que ninguém vá sentar na sua frente.

Expediente: http://www.municipal.cl/

 

REFERÊNCIA: PARTE OESTE DO CENTRO – PARQUE QUINTA NORMAL

Parque Quinta Normal

Parque fundado em 1842 (folha), oferece passeio agradável em meio a árvores antigas, lagoa artificial e área para piquenique. Possui, em seu interior ou entorno, cinco museus:

Não tivemos tempo para ir nesse parque ou nos museus, mas pelo que pesquisamos, vamos comentar dois deles:

Museu da Memória e dos Direitos Humanos

Inaugurado em 2010, como memorial dedicado às vítimas da ditadura militar do Chile (1973-90). Há cartas, documentos e propaganda do governo daquela época. Informações e instrumentos usados em torturas. As exposições permitem uma idéia dos horrores da época e da conjuntura histórica que levou à ditadura. Importante fonte de compreensão do passado e presente do Chile. (Folha).

Localização: Av. Matucana, 501, perto do Parque Quinta Normal, facilidade de transporte público pela estação Pq Quinta Normal (linha 2 amarela).

Horário: 10-18h – ter a dom

Preço: doações

Site: http://www.museodelamemoria.cl

Museu de História Natural

O amplo salão principal, próximo a entrada, destaca-se por apresentar um grande esqueleto de baleia. O acervo dividi-se em 12 partes, dedicadas a temas como insetos, flora e antropologia cultural. Há seção dedidada a florestas chilenas, que ensina a calcular a idade da árvore observando os aneis na parte interna do tronco (folha).

Localização: Parque Quinta Normal (acesso fácil pelo metro estação Pq Quinta Normal – linha 2 amarela)

Horário: ter-sab – 10h-17h30 e dom 11h – 17h30.

Preço: grátis

Site: http://www.mnhn.cl/613/w3-propertyvalue-37642.html

Fantasilândia

Outro passeio que não tivemos tempo para fazer, mas vamos aos comentários:

Fantasilância é considerado o segundo maior parque de diversões da América do Sul (Folha). O Parque reúne grandes montanhas-russa, atrações que molham, além de brinquedos para crianças.

Esta cerca de 4,5 km da Plaza de Armas. Fica pertinhos das estações do metrô Parque O’Higgis ou Rondizzoni.

Um  dia agradável e divertido (…) O parque é uma excelente opção para quem está na cidade e quer levar a garotada para  se divertir. Para quem já esteve nos parques de Orlando (…) baixe bem suas expectativas (viajarhei).

O parque é mais interessante no verão. Não é só para crianças. As atrações são dividido em temas: família, kids, terror e adrenalina (nos no chile).

http://www.viajarhei.com/2015/03/como-e-o-parque-de-diversoes-fantasilandia-em-santiago.html

http://nosnochile.com.br/fantasilandia-o-parque-de-diversoes-de-santiago/

Horário: dez-fev (verão e férias) 11h-20h30 – diariamente e mar-nov 11h-20h30 – sab, dom e feriados (repare que na maior parte do ano o parque fica fechado durante a semana)

Localização: Parque O’Higgins (fácil acesso pela estação do metro Parque O’Higgins – linha 2  amarela.)

Preço: por volta de CLP 12.000 adulto e CLP 6.000 criança até 1,4m (veja alterações no site)

Site: https://www.fantasilandia.cl/

 

REFERÊNCIA : NORDESTE DO CENTRO – CERRO SÃO CRISTOVÃO

Parque Metropolitano de Santiago

Possui área de 7 km2 com trilhas e muita coberura vegetal. Abriga as seguintes atrações: Cerro São Cristóbal, Funicular, Jardim Japonês, Telefêrico, museu do vilho, zoológico e duas piscinas.

É possível ir a pé da Plaza de Armas até o Parque Metropolitano. São cerca de 3 km da Plaza de Armas até a entrada que fica perto da Chascona (uma das residência de Pablo Neruda). O trajeto passa por bairros estilosos, praças e parques.

f1585696

Casa Museu La Chascona

O museu foi elaborado na antiga residência do escritor chileno Pablo Neruda chamada La Chascona. O amor do poeta pelo mar pode ser percebido nos detalhes arquitetônicos inspirados em temas relativos ao mar, a exemplo de janelas que lembram aquelas de navias, ambientes acolhedores, pisos ruídosos e tetos em arco. Abriga a coleção de objetos de arte do poeta, trazidos de suas várias viagens pelo mundo (guia Folha). Há também objetos comuns de uso diário, bem como móveis e itens pessoais trazidos da França, onde Pablo Nerudo foi embaixador (1970-73). As visitas são guiadas. Há outras duas residências transformadas em museo de Pablo Neruda, ficam na região de Valparaíso.

Localização: 1,1km da estação Baquedano do Metrô, perto do Zoológico da cidade, do Funicular e do Cerro San Cristobal.

Horário: 10h-18h – ter a dom

Site: http://www.fundacionneruda.org

Funicular

Espécie de bondinho que sobe o cerro San Cristóbal, passando ao lado do zoológico. O passageiro escolhe o vagão e viaja a pé com outras pessoas. A subida é agradável e leva uns 7 minutos. Quando fomos, havia uma média de 4 pessoas por vagão.

Sky Costanera – mirante inaugurado em agosto de 2015, o Sky Costanera está a 300 metros de altura e tem vista panorâmica de 360° de Santiago e dos Andes (dias com visibilidade). Trata-se do prédio mais alto da América do Sul. O local é fechado e aclimatizado. A torre está localizada no Shopping Costanera Center.

Está a 5 km da Plaza de Armas, porém fica pertinho da estação Tobalada do Metrô. Observação: o Sky Costanera está longe do Cerro São Cristovão, não recomendamos ir a pé. Caminhamos até a estação de metrô e fomos por metrô.

Horário: Segunda a Domingo (Inclui feriados) 10:00 Hrs a 22:00Hrs – Última subida do elevador: 21:00Hrs – o elevador sobe os 300 metros em menos de um minuto.

Preço: adultos (13-63 anos) = CP$ 5000 – seg-qui – CP$ 8000 sex, sab, dom e feriados.

Descontos para crianças, idosos e estudantes;

Acesso: estação de metro mais próxima: Tobalaba – linha 1 vermelha- está a poucas quadras  do shopping;

Site: http://www.skycostanera.cl/pt/iniciar

Dica: foi de muita utilidade usar o GPS do celular e ter roteiro com as atrações;

 

BARES E RESTAURANTES

As refeições foram um dos custos mais caros no Chile. Todos os restaurantes eram a la carte e o prato servia apenas uma pessoa. Outra diferença é que não existe feijão e arroz é raro. Esqueça o guaraná também. Agora batata e creme de abacate ta em todo lugar. O creme de abacate se chama palta, é frio, sem gosto e, na nossa opinião, vai estragar seu lanche.

Ficamos com a impressão de que a dosagem de sal nas refeições chilenas é menor do que a que estamos acostumados no Brasil, o que é mais saudável, porém dá menos sabor as carnes e as batatas.

O pessoal que trabalha relacionado com o público de turista te atende bem e tem paciência para explicar. Mas nem sempre fomos bem atendidos em algumas lojas nas ruas.

É esperado que você deixe propina (gorjeta) nos restaurantes de 10%. Não é obrigatório nem há pressão para você deixar, mas indica que você gostou e valoriza o trabalho do garçom.

Conhecemos dois bairros animados e turísticos, perto do centro, com boas opções de bares e restaurantes:

  • Bairro Bella Vista – É um bairro agradável, arborizado, que concentra várias opções de restaurante e de bares e casas noturnas à noite.

Patio Bela vista.

Nesse bairro está o Patio Bella Vista, ponto turístico e espécie de shopping galeria à céu aberto, com várias lojas de artesanato, roupa, restaurante e bares. Ambiente acolhedor. Fica próximo a estação de metrô Baquedano. Funciona diariamente das 10h às 22h, algumas cafeterias ficam até as 23h e restaurantes ficam abertos até 2h ou até um pouco mais tarde em finais de semana e feriados.

  • Bairro Lastarria – fica perto ao Bella Vista e também possui opções de restaurantes, lojas e caminhadas agradáveis.

Encontramos no blog “nos no chile”algumas listas gastronômicas interessantes:

Tomar cerveja: http://nosnochile.com.br/6-enderecos-para-tomar-cerveja-em-santiago-do-chile/

Restaurantes “não turísticos” recomendados: http://nosnochile.com.br/7-bons-restaurantes-nao-turisticos-em-santiago-do-chile/

Comidas, drinks e guloseimas típicas: http://nosnochile.com.br/8-coisas-que-voce-tem-provar-em-santiago-do-chile/

Vida Noturna – na Bella Vista, procure os bares nas ruas Pio Nono, Constituición e Bombero Núnez (GLS). Essas ruas ficam todas próximas na mesma região.

Quando fomos, noite de sexta, havia bastante animação (não era bagunça). Muitas opções de bares com música, os mais procurados tocavam música latina. Já a rua Bombeiro Núnez estava vazia.

No próximo tópico, passeios ao redor de Santiago, incluindo o famoso Cajon del Maipo. Abraços, até lá : D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s